Comportamento e alimentação infantil - Educar em casa Comportamento e alimentação infantil | Educar em casa

Comportamento e alimentação infantil

Comportamento e alimentação infantil | Psicóloga Infantil  Quero te fazer um convite pra assistir a palestra sobre educação. Uma palestr...

Siga-nos se quiser aprender mais.
Comportamento e alimentação infantil | Psicóloga Infantil

 Quero te fazer um convite pra assistir a palestra sobre educação. Uma palestra de limites. Vai ser uma palestra muito rica, cheia de ferramentas, a noção da história da construção dos limites e como a gente se encontra hoje. Talvez um pouco perdidos, às vezes voltando pra trás, às vezes indo pra frente... Mas como que a gente pode educar de uma maneira positiva, ensinando as crianças a fazerem escolhas, aplicando a consequência, qual a diferença de castigo e consequência, por que bater é tão ruim... Tudo isso a gente vai ver na palestra e a gente vai trazer também muitas ferramentas pra esse dia-a-dia, dentro desse grande aprendizado, dessa grande missão que é ser pai e mãe.

E trazendo sempre a alegria do aprendizado positivo pras crianças. Venha conferir. Clique aqui e saiba mais sobre a palestra. Hoje a gente vai falar sobre a alimentação e os desafios do dia-a-dia, todo dia, com os pequenos. Eu tenho recebido muitas questões a respeito da alimentação, porque acho até que é uma questão meio visceral nossa, como mães, de que tem que tá bem alimentado, tem que comer bem, e não tá comendo bem, e tudo mais.

A alimentação, gente, ela é um processo que passa por algumas fases. Normalmente os bebês, quando começam a se alimentar, na fase de 1 ano, começam a comer super bem. Dá gosto de ver. De repente, por volta dos 2 anos e meio, 3 anos, essa criança vai meio que perdendo o interesse pela comida, pelo momento da comida. A gente tem um desafio enorme, porque, nesse período, a criança tá muito mais interessada em explorar o mundo do que sentar pra se alimentar. E muitas vezes a gente fica aflita com esse momento.

Então, a alimentação, eu acho que ela é muito mais uma questão de hábito do que de qualquer outra coisa. Criar o hábito de sentar à mesa, de comer comidas variadas, coloridas, criar o hábito... é... de estar junto na refeição... Isso faz com que esse momento seja muito mais do que simplesmente se alimentar. Hoje a gente tem todos os eletrônicos pra atrapalhar bastante e muitas crianças se alimentam na frente da TV, ou com a TV ligada.

Tem dias que tá doente, tá chovendo, tá frio, tá... "Ai, vamo fazer isso?" Às vezes pra gente também é muito gostoso. Mas no dia-a-dia, é importante que a criança esteja na mesa, cuidando da postura, que ela consiga olhar o que tem no prato, que seja um prato gostoso de se ver, pra que ela consiga aprender a comer.

Uma outra questão que aparece bastante é a redução. As crianças experimentam muitas coisas, gostam de muitas coisas e, a partir de uma certa idade, normalmente uns 3, 4 anos, ela tende a ir reduzindo e querer ficar só com o que ela gosta muito de comer. Muitas só no macarrão, outras só no franguinho, muitas só no arroz-feijão... E aí, esse leque vai ficando cada vez menor. É muito importante que a gente sempre ofereça alguam coisa nova. Que a gente não faça a comida diferente pras crianças a partir de 4 anos, por exemplo. Que tenha, óbvio... Não vai ser uma comida hiper-requintada, mas que tenha sempre algo pra se provar, que tenha a comida do dia que todos vão comer, inclusive as crianças. Dessa maneira, elas tão sempre experimentando alguma coisa e olhando pro prato e experimentando novos sabores, novos...

Cheiros, novos... perfumes... e a alimentação passa a ser alguma coisa mais prazeirosa. A criança que tem um prato colorido, que passa pelas saladas, pelas sopas, é uma criança, é... que aprende a se alimentar de uma maneira melhor e que... sendo assim, uma criança mais saudável. Normalmente, as crianças têm fome por volta das 11 horas, 5 da tarde... Então, é importante que ela tenha um lanchinho de manhã, após o café; e é importante que ela tenha o lanche à tarde; mas que a gente possa cuidar, pra que esse lanche seja também algo saudável e gostoso. Por quê? Porque, normalmente, às 11 da manhã, se esse lanchinho às 10 não aconteceu, às vezes a criança tá com fome. E ela vai arranjar algo pra comer. Mas ela não vai comer uma fruta, não vai pedir algo assim; ela vai querer comer a bolacha, o biscoito, o chocolate, todas essas coisas que todos nós gostamos muito, Então nosso desafio é regrar essa alimentação, acalmar o nosso emocional, porque às vezes a criança tá sem fome então essa...

Forçação de barra pra comer também não precisa, e ir fazendo as cinco refeições ao dia: o café-da-manhã, o lanche, o almoço, o lanche e o jantar. Assim, a criança sabe que ela tem a próxima refeição; e procurar escolher bons alimentos, alimentos saudáveis. Deixar o que eu chamo lá em casa de "porcaria" pra sexta, sábado e domingo, que é o chocolate, bolacha... o bolo... e todas as guloseimas que as crianças gostam e que fazem parte, também, da vida. Precisam passar por essa experiência, que também é muito gostosa. É importante que, na hora que a gente for montar o prato das crianças, a gente coloque pequenas quantidades de comida. Muitas crianças recebem um prato com tanta comida que aquilo gera uma aflição: "Eu vou ter que comer tudo!" Então, é melhor que a gente coloque menos comida e, caso a criança queira mais, a gente possa repetir. Mas evitar colocar muita comida pra criança. Isso deixa ela mais tranquila. E ela sabe que ela pode querer mais e que é bom que ela queira mais; e pode repetir o prato, se quiser.

Em casa, às vezes a gente faz umas brincadeiras, de colocar... de montar um desenho com o prato, montar coqueiros com a cenoura, com alface, montar um sorriso, um rosto... Isso ajuda bastante os pequenos, porque cria uma expectativa pra sentar à mesa, pra ver o que que eles vão encontar. Fora isso, é um momento de encontro, é um momento de contar como foi o dia, é um momento de trocar alguma experiência, de conversar, de dar risada... É um momento muito gostoso. Procure, pelo menos em uma das refeições, sentar junto à mesa do seu filho. Às vezes a gente não vai tá em casa, mas procure, ou no almoço, ou no jantar, viver essa experiência. Porque vai ser uma experiência que vai seguir pra vida toda: o quanto é importante ter esse momento de reunião. E use dos combinados nesse momento, também.

Isso é muito importante, porque, caso nosso filho vá reduzindo a alimentação e comendo só determinados alimentos, a gente também tem a aflição de que a gente quer que ele coma. Então, se ele come o macarrão, "Ah, então pelo menos o macarrão ele come." E a gente vai se fechando junto com eles. Converse. Explique. Mostre pra ele que isso não faz bem e que a gente tem uma gama imensa de frutas, verduras e batatas e arroz e feijão, carne, peixe, frango...

E esse é um momento importante de crescimento. E a criança pode ir aos poucos experimentando, até porque vale contar pra ela a história de que, um dia, ela nem gostava de pizza, nem de chocolate, e que ela gosta muito, mas um dia ela precisou experimentar. Então, quanto mais a gente puder deixar isso leve, leve e gostoso, mais fácil vai ser esse momento -- sabendo que haverá algumas épocas em que a fome vai ser menor, outras a fome vai ser maior, o interesse vai ser menor, o interesse vai ser maior, mas que, acompanhando com o pediatra direitinho, a criança continua crescendo, tá tudo bem. Às vezes é um dia, não tá se sentindo bem... Mamães, calma! Tudo está bem. E tudo vai seguir bem. Eles seguem crescendo, comendo, se alimentando, fazendo atividades, indo pra escola, aprendendo... Mas é um processo, mas é um processo que tem um movimento, assim como com a gente. A dica que eu queria dar hoje pra vocês é algo muito legal, muito divertido. Nesses momentos à mesa, às vezes é muito legal a gente fazer um jantar temático. ou um almoço temático. Pode ser um jantar à luz de velas, ou trazer as "filhas" pra jantar também, ou os super-heróis...

Quando a gente faz desse momento um momento gostoso, o comer vira uma atividade prazeirosa. E o prazer em estar junto nesse momento também passa a ser algo muito importante. Então, ao invés da briga, do empurra, procure a leveza e esse encontro com a qualidade... incrível. Vai ser bom pra todo mundo, principalmente pra crianças e pras mães, que têm essa preocupação tão grande com a alimentação. E, conforme a criança for crescendo, fiquem tranquilas: na maioria dos casos, elas voltam a comer e voltam a comer muito bem. Por volta dos 6, 7 anos, esse interesse, essa fome, o estirão que vem por aí, ele demanda energia e a criança volta a comer super bem.

Autora Daniella Freixo de Faria. Psicóloga infantil

COMMENTS

Nome

Adição,3,Alfabetização,3,Alfabeto,5,Alimentação,1,Animais,1,Artigos,3,Atividades,29,Caça Palavra,1,Caixas,1,Caligrafia,2,Comportamento,1,Criança,1,Datas,2,Desenhos,5,Desenhos para colorir,3,Diversas atividades para educação infantil,15,Educação infantil,6,Educar,17,Fantoches,1,Figuras geométricas,1,Folclore,1,Interpretação de texto,1,Jogos,6,Lembrancinhas,1,Letras,2,Mascaras,1,Matematica,4,Meios de transporte,1,Moldes,2,Molduras,1,Natal,1,Palestras,1,Pontilhados,1,Presentes,1,Tecnologia,1,Tracejados,1,Transito,1,
ltr
item
Educar em casa: Comportamento e alimentação infantil
Comportamento e alimentação infantil
https://1.bp.blogspot.com/-GzNjxiPqleQ/W0YSvbmPfzI/AAAAAAAAA5s/wuKY6vo_-skxaFevowoEQhGuBbLQywuTACLcBGAs/s640/comportamento%2Be%2Balimentacao%2Binfantil.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-GzNjxiPqleQ/W0YSvbmPfzI/AAAAAAAAA5s/wuKY6vo_-skxaFevowoEQhGuBbLQywuTACLcBGAs/s72-c/comportamento%2Be%2Balimentacao%2Binfantil.jpg
Educar em casa
https://www.educaremcasa.org/2018/07/comportamento-e-alimentacao-infantil.html
https://www.educaremcasa.org/
https://www.educaremcasa.org/
https://www.educaremcasa.org/2018/07/comportamento-e-alimentacao-infantil.html
true
1580172797410929452
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VER TODOS Ver mais Reply Cancel reply Delete By Home PAGES POSTS View All Veja também LABEL ARCHIVE SEARCH ALL POSTS Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow Conteúdo Exclusivo Por favor, compartilhe para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy